Mochilando Nas Viagens, aventuras wanderlust e ecdemomaníacas pelo mundo.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Carrancas – Mais um Paraíso no Brasil


Dizem que o nome da cidade surgiu devido a duas imagens em uma rocha que pareciam gigantes caras e podiam ser avistadas de longe por quem passava pela região em busca de ouro.

O Município faz parte da Rota do Ouro, a Estrada Real.

A Cidade de Carrancas é um verdadeiro polo turístico em Minas Gerais, com uma grande variedades de Cachoeiras, Poços, Grutas e Serras. Já foi cenário de novelas (Alma Gêmea (2004), Paraíso (2009), Amor Eterno Amor (2012), Império (2014) e tem a nascente do Rio Capivari localizada na Serra do Município.

Para lá fui na emenda do feriado de Finados/2015. Eu e mais 15 pessoas saímos na Van do Ale (translado R$ 120,00) na noite de sexta (30/10), às 24h e chegamos a Carrancas no sábado (31/10), às 6h.

Ficamos no Camping Sossego do Jeca (R$60 - 2 diárias) onde o senhor Cássio nos tratou super bem. A área do acampamento é bem estruturada, onde você pode optar por ficar em um espaço com cobertura ou não. Possui tomadas espalhadas pelo gramado, iluminação, chuveiro quente, banheiro individual (este poderia ter mais para as meninas), cozinha comunitária com fogão e geladeira e é possível fazer churrasco lá dentro. E o camping fica bem no centro da Cidade, perto da Igreja da Matriz com mercadinhos perto, bar para compra de bebidas, lojinhas de artesanatos e muitas opções boas para comer.
Igreja Nossa Senhora da Conceição fundada em 1732


O lugar simplesmente surpreendeu a todos. Como são muitas atrações, ou você faz as principais em um final de semana ou feriado prolongado ou tenta ficar pelo menos uma semana por lá. E algo que, achamos que não tinha necessidade, mas foi a nossa salvação, foi a contratação de um guia local, que apareceu no nosso camping, o Senhor Orlando, que nos levou aos principais points, negociou valores, contou-nos ótimas histórias e graças a ele, aproveitamos mais ainda. Tio gente boa!

 


Sobre o Roteiro: nos organizamos para conhecer o máximo possível nos três dias: sábado, domingo e segunda. No fim, conseguimos fazer os melhores locais no sábado e domingo e demos muita sorte, pois na segunda até tinha algumas cachoeiras para visitar, mas amanheceu chovendo e voltamos mais cedo pra São Paulo.

No sábado, logo após o café da manhã comunitário entre os participantes da viagem, fomos de van para: Cachoeira do Grão Mogol e Cachoeira Grande, no Complexo Mogol (entrada R$10,00). Depois Complexo da Vargem Grande (R$5,00), com uma das principais atrações, a Cachoeira e Poço da Esmeralda e Poços da Vargem Grande. Lanchamos durante a trilha e o jantar foi na Casa de uma Senhora muito gentil, que preparou uma comida caseira maravilhosa por R$10,00 (indicação do Sr. Orlando. Rua debaixo do Camping).

No domingo, acordamos bem cedo, café comunitário e as 7h30 partimos em direção ao Complexo da Zilda (total entrada atrações R$ 16,00). Primeira parada foi no Escorregador da Zilda. Chegamos e não tinha ninguém pra nossa sorte e diversão.

Depois simbora andar: trilhas, grutas, escuridão, mas chegamos a mais um paraíso: Cachoeira da Zilda e Cachoeira dos Índios, onde também vimos alguns escritos/desenhos históricos nas pedras. Depois disso, mais um pouco de aventura, passando pelo Cânion e chegamos no lugar que eu achei o mais top e, acabou se tornando um grande desafio enfrentado: o Racha da Zilda (De um lado, a Cachoeira dos Anjos, de outro, a pequena corredeira que sai da montanha e traz as águas da Racha. Dos dois lados, paredes de pedra e vegetação parecem proteger o local. Passeio para quem sabe nadar e bem, chegar na Racha não é tarefa tão fácil, é preciso atravessar um poço chamado Sonrisal, entrar no cânion que dá passagem para a racha e atravessá-la a nado contra a correnteza).




E para finalizar o dia, visitamos o cartão postal da cidade, o Complexo da Fumaça e algumas cachoeiras do Complexo Tira e Prosa e Ponte. Na chegada ao camping, noite do churras e muitas histórias pra contar.


Corrido, não vimos tudo, mas o que vimos está marcado na memória. 



Voltar, com certeza, vale muito a pena Carrancas! ;-)



10 comentários:

  1. Eu fiquei como uma enorme vontade de ir...MG é tudo de bom realmente um pedacinho do céu na terra...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena mesmo você não ter ido... espero que nos próximos a galera se reúna de novo. E marque a agenda. Lá merece sua visita.

      Excluir
  2. Muito show Cris...muito em breve vou levar um grupo de amigos pra,visitar Catrancas ...achei o lugar lindo e vou procurar seu Orlando com toda a certeza ...Valeu pelas fotos lindas e pelas dicas ...

    ResponderExcluir
  3. Gostei....
    Nas próximas aventuras me avise. Saudades da galera.

    ResponderExcluir
  4. Eu amei conhecer Carrancas!! Tb contratamos guia local e ele disse que não vimos nada, pois um fds era muito pouco!! Curti muito e espero voltar!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muitíssimo a pena mesmo.
      Quem sabe na próxima vamos juntas? :D

      Excluir
  5. adorei Cris, otimas dicas. kkkk assim fica mais facil... esse mês estarei por la.. bjos!!!!

    ResponderExcluir